Notícias


APPLE ADMITE RASTREAR IPHONE 11 PRO MESMO COM O GPS DESATIVADO
05/12/2019

De acordo com a publicação, este possível bug no GPS fere a política de privacidade disponível na tela “Serviços de Localização” do iPhone, que informa sobre a possibilidade de desativar completamente a função. Quando isso é feito, a seta diagonal que indica a função desaparece do display.

No entanto, alguns serviços do sistema nesta versão do smartphone da Apple aparentemente continuam a verificar as coordenadas geográficas do dispositivo mesmo com a função desligada, já que o ícone da seta continua a aparecer, periodicamente, depois da desabilitação individual de todos os serviços que usam a função, conforme mostra o vídeo abaixo.

A resposta da Apple

Após compartilhar o vídeo gravado em um iPhone 11 Pro demostrando a situação, o KrebsOnSecurity recebeu uma resposta da Maçã: “Não vemos implicações reais de segurança”, disse um engenheiro da companhia ao site.

O profissional ainda completou: “É esperado que o ícone dos Serviços de Localização apareça na barra de status quando os Serviços de Localização estiverem ativados. O ícone aparece por causa de serviços do sistema que não estão listados nas Configurações”, reforçou o engenheiro.

Desta forma, a Gigante de Cupertino parece admitir que o novo iPhone solicita a localização do usuário sempre que ele se conecta aos dados móveis ou ao WiFi, mesmo que a função tenha sido desativada.

A publicação afirma ter pedido maiores explicações à Apple sobre este funcionamento do sistema de localização mesmo desativado, mas ainda não obteve respostas.

Maiores informações acesse:

https://www.tecmundo.com.br/seguranca/148334-apple-admite-rastrear-iphone-11-pro-mesmo-gps-desativado.htm